Pequenos negócios se adaptam para reter talentos

A retenção de talentos já é uma prática amplamente difundida entre grandes empresas, mas as pequenas empresas também têm percebido cada vez mais vantagem na prática. Isso se deve a diversos fatores, como a percepção de que os gastos com recrutamento, seleção e contratação são maiores que os gastos com a retenção de talentos.


Devido às diversas vantagens, reter talentos tem se tornado uma ferramenta poderosa nos departamentos de Recursos Humanos de pequenas empresas, que têm observado o quanto essa prática traz melhorias para o clima organizacional, economia, além de ser capaz de aumentar a produtividade e engajamento dos colaboradores. Aliás, a evolução do mercado mostra que as empresas precisarão oferecer diferenciais para manter suas equipes comprometidas em suas atividades.


mulher com sindrome de burnout

O que é retenção de talentos?


A retenção de talentos surge da necessidade crescente que as empresas sentem de gerar planos de ação para que os melhores funcionários permaneçam com elas e não migrem para os concorrentes. Para atingir esse objetivo, a área de Recursos Humanos dispõe de um conjunto de estratégias que consistem no que chamamos de retenção de talentos.


A retenção pode acontecer desde o recrutamento e acompanhar o colaborador durante toda a jornada dentro da empresa. Após a contratação, o talento deseja reconhecimento para que se mantenha motivado, produtivo e engajado, trazendo bons resultados. Reter um talento é fundamental na hora de não deixar que esse engajamento e entusiasmo inicial se dissipe com o tempo. Porém, para isso, o setor de Recursos Humanos precisará de um plano de retenção de talentos.


Por que reter talentos?


Um estudo realizado pela Workmonitor, da consultoria Randstad aponta que ao menos 50% dos profissionais mais jovens preferem ficar desempregados a estarem em um trabalho do qual não gostam. A pesquisa ouviu 35 mil pessoas e 56% dos zinllenials apontaram que deixariam o trabalho, caso suas vidas pessoais fossem prejudicadas. 55% dos millenials entrevistados afirmaram a mesma coisa.

A descoberta alerta as empresas para o fato de que, cada vez mais, os colaboradores buscam a felicidade no trabalho, o que leva à necessidade de uma reformulação no campo dos Recursos Humanos, com o objetivo de atrair e reter os melhores profissionais do mercado.


Ao investir na retenção de talentos, sua empresa alcança uma série de vantagens:


Clima organizacional

Reter talentos contribui para o clima empresarial, com isso, há muito mais engajamento, colaboração e produtividade. Quando uma equipe está alinhada aos valores da empresa, motivada e se sente reconhecida, as atividades são desenvolvidas com muito mais qualidade e agilidade.


Além disso, perder funcionários pode abalar o clima da equipe e impactar diretamente no andamento das demandas. Preencher uma vaga pode ser uma coisa simples, porém um novo colaborador, por mais qualificado que seja, leva tempo para se encaixar nos processos.

Engajamento e produtividade

Talentos motivados apresentam um perfil de comportamento que se encaixa perfeitamente na cultura empresarial, entregando, assim, resultados excelentes. Eles estão em um desenvolvimento constante para que consigam manter o nível do seu trabalho na organização.


Esses colaboradores, com um ótimo plano de carreira, benefícios adequados, tendem a entregar resultados cada vez melhores, chegando a ocupar posições de liderança. E uma vez na posição de líderes, esses talentos são capazes de conferir muito mais eficiência aos processos da empresa. Afinal, eles conhecem perfeitamente a cultura, os valores e os objetivos da organização.

Economia

Um alto índice de rotatividade de funcionários pode implicar na perda de recursos para uma empresa. Isso se deve ao fato de que, ao demitir um funcionário ou rescindir ou um contrato de trabalho, a organização precisa pagar verbas de rescisão, além de desembolsar valores para recrutamento, seleção e contratação de um novo profissional. A retenção de talentos, por sua vez, precisa de investimentos menores.


Como reter talentos na sua empresa?


Formação de Lideranças

A liderança tem grande responsabilidade no desempenho das equipes, pois ela influencia diretamente no ambiente organizacional, define fluxos e pode estimular ou desestimular o time. Por isso, é importante acompanhar e treinar lideranças.


Embora não haja uma receita para a uma liderança perfeita, cada empresa pode encontrar seu tipo ideal de liderança com base nos seus valores e objetivos. O principal é que os líderes sejam capazes de desenvolver seus colaboradores e assegurem que eles estejam motivados.

Comunicação interna

O diálogo dentro de uma organização é o grande segredo para o sucesso na retenção de talentos. Quando existe comunicação interna, todos ficam mais alinhados, podendo exercer o seu trabalho com qualidade, além de contribuir significativamente para melhorar o clima organizacional.


As lideranças são essenciais para que a comunicação interna seja fluída e eficiente, é preciso que elas entendam a relevância de ter uma comunicação adequada com os seus funcionários. Uma boa dica é fazer uso da política de portas abertas, além de adotar novos canais de comunicação, como apps mobile, mural de recado, sistemas especializados etc.

Fortaleça a cultura da empresa

A cultura organizacional é conjunto de valores, ações e crenças que determinam a identidade de uma empresa. A cultura funciona como um guia de comportamentos de colaboradores e do negócio. É ela que norteia crenças, hábitos, princípios e, consequentemente, a forma de trabalhar.


Fazendo uso das ferramentas de comunicação interna, é importante garantir o fortalecimento da cultura. Assim, todos os colaboradores estarão na mesma página, cientes da missão, valores e objetivos da organização em que se encontram. Quando o trabalho em torno da cultura é consistente, é muito mais provável que um time se mantenha engajado.

Plano de carreira

Ter plano de carreira bem estruturado é um dos maiores atrativos que uma empresa pode oferecer ao colaborador, sendo um grande fator tanto na atração quanto na retenção de talentos. O plano de carreira garante que o colaborador será recompensado por seus esforços em prol da empresa e dos seus investimentos para se aperfeiçoar.


Quando a empresa não conta com um plano de carreira, pode haver perda de colaboradores que investem em crescimento pessoal, com cursos e pós-graduação, por exemplo. Mais qualificados, eles acabam conseguindo posições melhores em outras organizações. Ao colocar o plano de carreira em prática, é possível garantir o crescimento do colaborador dentro da empresa, por meio do recrutamento interno.

Benefícios

Embora todos os fatores contribuam para a retenção de talentos, a principal necessidade do colaborador está ligada à remuneração e benefícios. Manter a remuneração e os benefícios compatíveis com o mercado é fundamental para que os colaboradores permaneçam na empresa. Quando você adota mais benefícios para o seu colaborador, ele cumpre a sua jornada de trabalho sabendo que está seguro e que seu trabalho é valorizado.


Nesse sentido, oferecer benefícios diferenciados é essencial. Um bom plano de saúde e uma previdência privada com contribuição da empresa estão entre os principais benefícios para a retenção de talentos. Entretanto, benefícios flexíveis também têm se destacado cada vez mais no mercado de trabalho.

Quer oferecer mais benefícios aos seus colaboradores?

Para saber mais sobre nossos serviços oferecidos é só entrar em contato pelo 0800 001 1900 ou acessar nosso site.


20 visualizações0 comentário